Castro Lima

Crônicas, contos e causos

Textos

Haikais do Castro
Deitei e dormi, levantei, mas demorei para acordar.  

Estou com sono, vou horizontar.  

Na geral todo mundo é igual e o ingresso é bem mais barato.

O prisioneiro quando liberto, muitas vezes continua preso.

Os individuais querem ser coletivos, mas não conseguem.  

Quando o pé sente calor ele chu lé.  

Talento não ande tão depressa.      
Castro Lima
Enviado por Castro Lima em 16/10/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras