Castro Lima

Crônicas, contos e causos

Textos

Eleja o exemplo
Fui ao circo, lá no sistema de alto falante anunciavam e agradeciam-se aos patrocinadores, entre outros a voz agradeceu à Câmara de Vereadoras, isso mesmo, no feminino. Observei aquela fala e imaginei como seria se a nossa Câmara legislativa fosse formada somente por edis mulheres. A cidade Vilhena seria mais rosa? Mais florida? Mais perfumada? Melhor fiscalizada? Conjecturas à parte. O sexo não influi para o melhor ou o pior agente político que atua no âmbito dos municípios, a nível legislativo. Ao meu entender penso exatamente como o historiador francês Jules Michelet quando disse: Um sistema de legislação é sempre impotente se, paralelamente, não se criar um sistema de educação. A CF em seus artigos de 29 a 31, determina que o vereador tem mandato de quatro anos, por voto direto e simultâneo em todo o país; elaboração a Lei Orgânica do Município; número de integrantes nas câmaras proporcional à população do município (variando de 9 a 55); fiscalização e julgamento das contas do Executivo; inviolabilidade por suas opiniões, palavras e votos - no exercício do mandato e na circunscrição do município; legislar sobre assuntos de interesse local. Esse último é o que mais me chama a atenção, o interesse local é o interesse das necessidades dos munícipes, e a prioridade maior de um cidadão é a educação. Por ser base, fundamento de todas as outras necessidades. Com educação se faz mais, melhor, em menos tempo e com menos custo. Com educação se tem mais saúde. A educação por si só combate a violência, gerando segurança. Com educação se vive melhor. Isso é o que importa. O edil que não se atém para isso, está desperdiçando uma grande oportunidade, no mandato que lhe foi confiado, que é o de melhorar a vida futura não só dos que votaram nele, mas de muitas gerações futuras. Isso é o que eu chamo de legislar em prol do povo. Existem muitos bons exemplos de vereadores e deputados, não muitos, que fizeram em prol da educação. Esses devem ser lembrados. Copiados. Pois esses atacaram a causa, preocuparam-se em agir certeiros. Então que a nova câmara a ser formada no próximo pleito eleitoral seja formada por homens e mulheres comprometidos com a educação. Que seus exemplos eduquem o povo a quem representa. Que haja projetos e conclusão desses projetos voltados para a educação, principalmente dos menos favorecidos. Tirando as novelas, são mães as que mais educam, por natureza criam e zelam, por natureza são exemplos, educadoras natas. Que os novos vereadores e vereadoras, sejam verdadeiras mães para os cidadãos vilhenenses.
Castro Lima
Enviado por Castro Lima em 16/10/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras