Castro Lima

Crônicas, contos e causos

Textos

Seus Olhos
É tarde
Meu travesseiro me diz
Coisas tão verdadeiras
Coisa que nunca fiz

Nunca é tarde
Para ser aprendiz
Te amar me faz mais feliz

Seus olhos desnudam
Minh’alma
Minh’alma
Seus olhos desnudam
Minh’alma

Seu beijo foi tão bom
Quero mais
Um minuto longe de você
Quanta falta me faz

Seus olhos desnudam
Minh’alma
Minh’alma
Seus olhos desnudam
Minh’alma
Castro Lima
Enviado por Castro Lima em 13/05/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras